Loja Contatos Agenda Instrumentos Multimídia Discografia Biografia Home Notícias & Blog English

XAKOL / Saulo Castilho

BANDA:

Rafael Azevedo – guitarra (2015 – presente)
André Freitas – guitarra (2016 – presente)
Gil Lima – bateria (2016 – presente)
Thiago Moser – baixo (2016 – presente)
Thiago Gonçalves – teclado (2019 – presente)

EX-INTEGRANTES:

Luis Zimermann – teclado (2018)
Daniel Schlemper – teclado (2015 – 2018)
Thiago Diniz – bateria (2015)
Vinicius Ferreira – baixo (2015)

 

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

Thiago Bianchi (Noturnall, ex-Shaman) – produção do segundo álbum, mixagem e masterização
Edu Falaschi (Almah, ex-Angra) – produção do segundo álbum
Detonator / Bruno Sutter (Massacration) – vocal na música “Metal for Demons”
Aquiles Priester (Edu Falaschi, Hangar, ex-Angra, ex-Primal Fear) - bateria nas músicas “Eternally” e “Mercury Rain”
Rafael Pensado (Mindflow) – bateria na faixa 6 do segundo álbum
Ivan Beretta – teclado e produção do primeiro álbum
Mauro Borghezan – bateria no primeiro álbum

 

XAKOL / Saulo Castilho

Natural da cidade de Caçador, Santa Catarina, atualmente residindo em Florianópolis, Saulo Castilho já escrevia poesias aos 7 anos de idade e aos 14 encontrou na música uma nova dimensão para sua expressão artística, realizando suas primeiras composições musicais e praticando contrabaixo. Antes mesmo disso, com 13 anos, buscando um “nickname” para utilizar na internet, decidiu fugir dos clichês e combinações de palavras em inglês e, visando uma identidade própria através de uma palavra curta, única e sem um significado ou idioma definido, criou o pseudônimo XAKOL, que viria a se tornar a denominação de seu projeto solo.

No ano 2000, montou sua primeira banda, chegando a gravar uma demo com 4 músicas, todas de sua autoria. Em 2002 mudou-se para Florianópolis e aos poucos foi descobrindo sua verdadeira paixão musical no metal melódico e no metal progressivo. Fez parte de algumas bandas de metal da capital catarinense e em alguns shows fazia solos com um instrumento ao qual deu o nome de “Bassoura”, um contrabaixo de apenas uma corda montado sobre um corpo de vassoura. Porém, acabou afastando-se da música por um longo tempo para finalizar o curso de mestrado em matemática

Em 2013 resolveu retomar seu projeto musical com força total, contactando Edu Falaschi (Almah, ex-Angra) para produzir um de seus álbuns que se chamará “Chaos Lit A Soul”. Em 2015, para comemorar seu aniversário, convidou seus amigos de longa data Rafael Azevedo e Daniel Schlemper para fazer um show com músicas suas. Em 2016, juntaram-se ao projeto Gil Lima, Thiago Moser e André Freitas, estabilizando a formação que iniciou a turnê Rise of a New Tour. Nos anos posteriores, duas mudanças de formação ocorreram, ambas na posição de tecladista, atualmente ocupada por Thiago Gonçalves.

Em 2019, Saulo assumiu também o baixo da banda Noturnall, uma das mais renomadas bandas do Heavy Metal brasileiro. Estreou na banda em turnê na Rússia ao lado da americana Disturbed, em 3 shows totalizando um publico superior a 20 mil pessoas. Em seguida, se apresentou no Rock in Rio 2019, o maior festival do Brasil e um dos maiores do mundo, além de encerrar o ano com uma turnê pelo Brasil, tocando com a lenda da bateria Mike Portnoy.

Suas músicas são a tradução da sua alma, a afirmação da sua identidade e espelho da sua personalidade, visando apenas sua expressão artística pessoal, não se preocupando em conquistar mercado ou agradar críticos. Apesar de fundamentadas no power metal e no metal progressivo, suas composições possuem natureza heterogênea, variando de melodias simples e pegajosas ao atonalismo gerado por algoritmos matemáticos, passando por inúmeras vertentes do metal e do rock.